Fundador do Imip, doutor Fernando Figueira é homenageado em Alagoas

  • Quinta, 21 Novembro 2019
  • 132 vezes

Humanitário, altruísta e inovador, o professor Fernando Figueira, fundador do Instituto Materno Infantil de Pernambuco (Imip), terá centenário de seu nascimento festejado durante a 34ª Festa da Cultura, em Quebrangulo, cidade do interior de Alagoas. O município foi o primeiro lugar onde Figueira exerceu a Medicina, na década de 1940. Lá sua expertise no atendimento à criança e compromisso com a cura despertou o desejo de se engajar em ações sociais. O doutor se formou aos 21 anos, no Recife, e é considerado um visionário na área da Medicina e tratamento benevolente, por atender de forma gratuita a população que não tinha condições de pagar pelo seu trabalho na cidade do interior.

Apesar de ser natural de Portugal, a maior parte da sua vida foi traçada em terras brasileiras. A contribuição do doutor Fernando Figueira na cidade de Quebrangulo é lembrada como divisor de águas na saúde infantil e na vida cotidiana da cidade. A homenagem acontece na 34ª edição da Festa da Cultura, evento que teve seu início nesta quinta-feira (14) e contará com uma programação extensa até o domingo (17).

“No dia que ele precisou ir embora, para dar continuidade aos seus estudos, a cidade ficou em grande choque”, contou Marcelo Lima, prefeito de Quebrangulo. O professor recebeu título de cidadão quebrangulense e considerava a cidade sua terra natal no Brasil. “Ele chegou aos 21 anos na cidade. Ficou até os 28 anos, mas nesse período conquistou amizades muito sólidas. Era um médico de toda a população, entendia muito bem a pobreza do município e atendia igualmente todo mundo”, comentou o gestor.

A Festa da Cultura, que segue até o próximo domingo, contará com torneios, apresentações culturais e shows com artistas locais e nacionais. Mais de 20 pessoas da família Figueira estarão presentes na homenagem, seguindo para o município neste sábado (16), onde ficará para receber e prestigiar a homenagem. Antônio Carlos Figueira salientou a marca que o pai deixou para a família. “A recordação que esse evento traz é um exemplo de amor ao próximo que meu pai deixou, de um mundo mais solidário e compromisso com o outro.” O centenário de nascimento do Professor Fernando Figueira recebeu homenagem no Senado Federal, no Imip, na Alepe e em diversos outros locais onde sua marca social foi registrada.

“Doutor Fernando morreu um homem de classe média, mas nunca foi uma pessoa rica. Era de boa família, tinha uma boa casa pra morar, mas ele nunca usou a Medicina para o bem próprio, para acumular dinheiro. Ele praticava a medicina para servir ao povo”, salientou o amigo e admirador Luciano Albuquerque, também quebrangulense. Para ele, e toda a população que viveu em Quebrangulo simultaneamente ao médico, o professor foi um exemplo até de engajamento acadêmico. “Ele foi um marco para todas as pessoas que nasceram em 40. Todos fizeram curso superior sob influência dele”, comentou Luciano.


Fonte: Folha de Pernambuco

Última modificação em Quinta, 21 Novembro 2019 14:53

Endereço

Prefeitura Municipal de Quebrangulo
Praça Getúlio Vargas, 50, Centro.
Quebrangulo - Alagoas
CEP: 57750-000
Telefone: (82) 3288-1159
CNPJ: 12.241.675/0001-01
 
Horario de Atendimento:
Segunda a Sexta: 07h às 12:h 

 

 

 

Newsletter

Queremos muito manter contato com você. Caso queira receber nosso informativo e ficar por dentro das novidades, cadastre-se aqui!

 

O exercício pleno da democracia é alcançado por meio da participação de todos nas decisões que afetam a vida em sociedade. Participe!